segunda-feira, junho 8

CLUBE DA SURUBA

Ola a todos que lêem esse Blog, sou Marcos Piovesan e vou escrever algumas coisinhas aqui sobre SEXO, DEPRAVAÇÃO E AFINS .... não necessariamente nessa ordem, mas vou relatar algumas experiências em pesquisa em lugares, inclusive em gravações de filmes pornôs dos quais eu cheguei a dirigir.
Boa diversão a todos.

UMA NOITE NUM CLUBE DE SURUBA

Numa dessas minhas aventuras por aí, participei de algumas boas sacanagens, vale a pena falar de uma delas aqui num clube de suruba.
Duas vezes por mês é promovido o encontro denominado “Clube dos pauzudos”, o qual ocorre na sauna Wilde em Higienópolis. Na verdade o clube dos pauzudos é um clube de sexo grupal , apenas tem esse nome como atrativo para os participantes.

A reunião quando eu participei era por indicação, algo como a maçonaria em que um membro (trocadilho bom né?) indica um participante e a outra forma de participar é preenchendo um cadastro via internet no qual manda-se uma foto de corpo nu para análise e dados, não se preocupe não é o número da sua conta ou documentos pessoais, dados como idade, altura, dote, peso etc...

O encontro começa às 23 horas e vai até às 03 da madrugada, e o aviso no e-mail é claro: Não são permitidos: garotos de programa, drogas e menores de 18 anos.
Vou com um amigo que fez a reserva, Eduardo de 40 anos, entramos no vestiário onde conforme as regras da casa devemos tirar toda a roupa, o traje é o bottomless = todos pelados, com botas, coturnos ou tênis, ou no máximo com uma dress code ( cueca aberta na frente ou atrás ).
Há muitos clubes especializados em surubas em São Paulo, com gostos e temáticas diferentes, além é claro de festas prives promovidas entre amigos ( eu mesmo fui em várias por lá, principalmente no bairro da Penha ).
A sauna Wilde é fechada no dia do encontro, então você vai ter acesso somente aos chuveiros, banheiros, bar e uma escada que da acesso a parte superior, a luz é fraca e há velas espalhadas no chão para dar um clima e iluminar um pouco o ambiente.
Junto com meu amigo Eduardo, já nus seguimos para a parte de cima do local, uma sensação estranha ao subir a escada é saber que quem esta embaixo tem uma visão privilegiada da sua bunda e todo o restante se você vacilar.
Encima uma sala de vídeo com sofás, banheiro e o quarto principal, a putaria já esta rolando solta na sala de vídeo, homens nus se alisam e antes mesmo de eu entrar no quarto principal sinto que preciso ir ao banheiro, como tem um só lá ele quase sempre esta ocupado, só depois fico sabendo o porque, os menos corajosos em transar na frente dos outros acabam se fechando no BWC.
No canto perto da porta dois rapazes transam enquanto eu fico na espera de liberar o banheiro, fico de pau duro vendo a cena de um passivo bem fogoso e gostoso com barba por fazer levando uma vara considerável no rabo, ele faz sinal para que eu me aproxime e logo vai colocando meu pau na boca enquanto continua com todo aquele mastro atolado no rabo.
Pessoas se aproximam e se masturbam vendo a cena, o outro tira o pau do cuzinho do passivo e olhando pra mim pede: “Fode o meu namorado, fode”?
Boto a camisinha e vamos lá. Esse é um aspecto interessante do lugar, o sexo seguro, você chega na recepção e recebe gel e camisinha, como esta sem roupa normalmente guarda na meia dentro do sapato, assim não vai perder tempo em ir até o armário pegar o preservativo, afinal de contas o rodízio no local é grande e se você vacilar perde aquele gostoso que queria ter transado.

Depois de foder o cuzinho do namoradinho, enquanto seu companheiro comedor alisa a minha bunda e me beija, o passivo se ajoelha e pede para gozarmos em seu peito, o qual prontamente atendemos.
Enfim o banheiro é liberado e saem quatro caras de dentro com cara de satisfeitos, entro e vejo camisinha e papel higiênico espalhados pelo chão, a manutenção é difícil de fazer tamanho o movimento, fico sabendo através do recepcionista que nessa noite uma média de 100 pessoas passaram por ali.
Sigo para a sala principal em que dois colchões de lona preta grande são a cama dos fodedores, há pessoas transando enquanto alguns no canto se masturbam vendo, prática comum no lugar, há pessoas que vão só para ficar olhando e se masturbando.
Me aproximo do colchão e ofereço o pau para um cara que leva uma pica grande e grossa no cu, ele não se faz de rogado e já enfia ela inteira na boca.

Olho para uma das paredes onde um rapaz por volta dos 20 anos acredito, alto e magro e com uma rola imensa é chupado por três caras ao mesmo tempo.
O rapaz que esta comendo o carinha que me chupa logo goza, o passivo também e ambos saem, o rodízio é rápido, sento no colchão e fico a espera, meu amigo Eduardo esta num canto só observando as transas que ainda rolam

Aproxima-se de mim um rapaz moreno com corpo perfeito e começa a acariciar o meu pau, logo em seguida chupando-o, Eduardo dessa vez se aproxima e enquanto eu fodo o cara ele começa a chupá-lo, a vontade do moreno em levar pica é tão grande que nem dois minutos depois ele já está gozando.
Vamos eu e Eduardo ao bar, ele me pede desculpas por se intrometer em minha foda, digo para não se preocupar, ele diz que esse rapaz ele já encontrou várias vezes em sauna e ele nunca lhe deu atenção, porque só gosta de caras pauzudos, então quando ele me viu fodendo o cara aproveitou para tirar uma casquinha.
Vou tomando uma água e derrepente sinto uma boca no meu pau, ali mesmo no ambiente livre do bar não há trégua, não me faço de rogado e deixo um moleque com lindos olhos azuis mamar o meu pau até gozar esporeando no chão.

Esperma, gel e camisinha pelo chão são normais em toda parte e não são poucas as vezes que escorrego.
Subo novamente e me aproximo do slinguer, onde um rapaz com o cu já bem lubrificado vai levando rola de uma fila de quatro caras que se masturbam com o pau já encapuzados para fode-lo, eu me junto na fila, mas o balanço é alto e eu não consigo alcançar, alguém traz uma escadinha para ajudar na hora de foder.
Depois de foder o carinha no balanço sou chamado por um passivo que estava com um pau atolado no rabo para colocar o meu junto, realizamos uma DP gostosa e o ativo gozou na quinta bombada dos nossos paus lá dentro, o passivo continuou com o meu pau dentro até gozar.
Um dos problemas é que como a sauna é fechada você tem acesso aos chuveiros para tomar banho, mas, no entanto não tem toalhas para se secar, então ao se lavar fica molhado até a hora de ir embora. .
Há uma certa etiqueta social numa reunião assim, se a pessoa chega em você, não se pode repelir de forma grosseira e na noite em questão um Garoto de programa é contratado para animar a festa.
Achei a freqüência bem escolhida, gente normal, claro que alguns mais novos e saradões e também há muitos passivos pauzudos, desperdício para as bibas loucas por esse material escasso no mercado, mas também não basta só ter um pau grande, tem que saber usar, um amigo meu acha uma infâmia caras com pau grande que só dão, eu discordo, nada melhor do que comer um cara e encher a mão tocando uma prá ele.
Um negro lindo que olhei a noite toda pega sua terceira vitima, me aproximo dele enquanto ele fode o cara de quatro e acaricio seu peito ele alisa meu pau e eu desço para sua bunda na qual não encontro nenhuma resistência ao passar o dedo no seu anelzinho, sussurro em seu ouvido: “Me da tua bundinha”, ele sussurra de volta “ No final vamos para o banheiro e você pode me comer”. No fim da festa como ele dentro do banheiro apoiado na pia.

A noite pra mim acabou com minha quarta gozada, descendo vou ao vestiário colocar a roupa para ir embora, um rapaz que estava próximo me olha e diz: “ Cara eu tentei ficar com você a noite toda e você não teve tempo ”, me desculpo com ele, ele não aceita, diz que só irá aceitar as desculpas se pelo menos eu deixar ele chupar meu pau ali.
Não tenho como negar e assim acontece, ele me coloca no puff do vestiário e me chupa até gozar.
Finalmente posso ir embora, cansado, mas muito satisfeito.

Saldo final da noite – 11 trepadas
04 gozadas
Tempo que permaneci lá – duas horas e meia.

6 comentários:

Richard disse...

Excelente matéria, parabéns Marcos! Segue o link da festa: http://www.clubedospauzudos.com.br/

Só me falta coragem pra participar um dia, hehehe!

Anônimo disse...

Está excelente mesmo...
Mas isso é um conto erotico não uma matéria mas blz.

abraço

Anônimo disse...

Obrigado pelo elogio a matéria, no m~es que vêm vou falar de outra festa em São Paulo, aguardem.
A intenção é que esse artigo fugisse do estilo matéria jornalística como vocês podem ter visto e tivesse um tom mais sexual.
Como diria um dos participantes " estilo conto erótico ", mas garanto a vocês que é verdadeiro.

Gleydson Couto disse...

O lugar e bom sim mais deixa a desejar em muitas coisas entre elas a estrutura. Muito desorganizado e pequeno. E ter de ficar molhado depois do banho e o pior ninguém merece né. Prefiro a Chilli Peppers no centro. Rola tudo isso lá so que de forma muito mais organizada.

Anônimo disse...

adoro os locais de suruba, em sampa os melhores são; clube dos pauzudos, upgradeclub, RGbar, chilli peppers e as vezes blackoutclub, mas as vezes está muito suja. como sou versátil, aproveito bem, rsrsr
skype chicao388

Anônimo disse...

Como faço o cadastro pois estou tentando e não estou conseguindo pelo site?

Veja também...

Related Posts with Thumbnails